Cantores argentinos dos anos 80

Quem sou
Adrián Carrero
@adriancarrero
Autor e referências


TopFestivales vai levá-lo de volta à década de Walkmans, gravadores de cassetes e o primeiro telemóvel a conhecer o Cantores argentinos dos anos 80 que eram os mais tocados na rádio.

Os 10 melhores cantores argentinos dos anos 80 que deve conhecer

Canta connosco "De música ligera", um dos melhores êxitos interpretados por Gustavo Cerati, o cantor principal da Soda Stereo, e as canções mais famosas de os 10 melhores cantores argentinos dos anos 80.Preparem as vossas cordas vocais!


  • Gustavo Cerati

  • Federico Moura

  • Alejandro Lerner

  • Charly García

  • Luis Alberto Spinetta

  • León Gieco

  • Celeste Carballo

  • Sandro de América

  • Andrés Calamaro

  • Fito Paéz


Gustavo Cerati


Começamos este topo com um dos Cantores argentinos dos anos 80 que é considerado como um dos mais influentes os artistas mais influentes do rock latino-americano.. Cerati foi o vocalista principal da famosa banda Soda Stereo fundada em 1982.


As suas canções mais populares incluem "Cuando Pase el Temblor", "Juego de Seducción", "Signos", "De música ligera", "Canción animal" e "Hombre al agua".



Federico Moura


Era o líder da banda Virus e é considerado um dos mais conhecidos e influentes os músicos mais reconhecidos e influentes do rock latino-americano.. Destacou-se não só como vocalista desta banda, mas também como compositor, produtor musical e estilista de vestuário.

As letras das suas canções eram ambíguo, hedonista e sensual e tratou de temas como sexo, contacto físico e encontros entre pessoas. Algumas das suas canções são: "Imágenes paganas", "Pronta entrega", "Una luna de miel en la mano", "Amor descartable" e "Sin Disfraz".


Alejandro Lerner


Ele estava no banda Soluna, assim como Nito Mestre e Los Desconocidos de Siempre. Foi também compositor e pianista da banda da cantora Sandra Mihanovich. Mais tarde, em 1982, decidiu lançar o seu carreira como solista com a sua banda de apoio "La Magia"..

Contudo, alcançou a sua popularidade com os álbuns "Todo a pulmón" e "Lernertres". Além disso, recebeu um dos prémios mais prestigiados da Argentina, o "Premio Konex", como um dos "5 melhores compositores de rock do 5 melhores compositores de rock da década.

Comprar bilhetes


Charly García


Charly García é uma das figuras mais influentes e importantes da história da música latino-americana. Era um prodígio musical desde criança.. Embora tenha iniciado a sua carreira em meados de 1967, nos anos 80 fez parte da banda Serú Girán e mais tarde começou a sua carreira a solo.

Ele fez a banda sonora do filme "Pubis angelical". É o autor e director do argumentista/director Raul de la Torre e lançou o seu primeiro álbum "Yendo de la cama al living" com canções promocionais como "Inconsciente colectivo" e "Yo no quiero volverme tan loco".


Luis Alberto Spinetta


Ele é um dos músicos mais respeitados e importantes do mundo de língua espanhola, devido ao complexidade poética, lírica e instrumental de todas as suas obras musicais.

Foi o fundador de várias bandas nacionais de rock nos anos 60 e 70, incluindo Invisible, Almendra e Pescado Rabioso. Do mesmo modo, nos anos 80 e 90 Spinetta y los Socios del Desierto, bem como Spinetta Jade.. Lançou também vários álbuns a solo.


León Gieco


León Gieco é um dos Cantores argentinos dos anos 80 mais importantes cantores populares e de rock dos anos 80. pedra. A sua canção mais famosa é "Solo le pido a Dios", o que lhe trouxe reconhecimento internacional.

A partir de 1982 deu concertos fora da Argentina e participou em diferentes festivais. Com uma carreira musical de mais de 40 anos, ele gravou 14 álbuns e tem colaborado com artistas nacionais e internacionais.

Comprar bilhetes


Celeste Carballo


Ele é considerado como um dos grandes vozes do rock nacional da Argentina. Em 1982 Carballo lançou o seu primeiro álbum intitulado "Me vuelvo cada día más loca". Posteriormente, em 1984, fez uma tournée promocional em Espanha e partilhou o palco com as bandas de pedra Banzai e Ángeles del Infierno.

Além disso, em 1988 formou um duo musical "Sandra e Celesteque teve sucesso e ambos lançaram o seu primeiro álbum "Somos mucho más que dos" (Somos mucho más que dos), que se tornou um disco de ouro e os motivou a fazer uma digressão por vários países da América Latina.


Sandro da América


Embora Sandro tenha iniciado a sua carreira musical em meados dos anos 60 e 70, continuou a colher sucesso nos anos 80, sendo um dos artistas mais famosos da América Latina. os artistas mais famosos da América Latina..

Os seus êxitos foram: "Rosa Rosa", "Dame el fuego de tu amor", "Quiero llenarme de ti", "Una muchacha y una guitarra", "Porque yo te amo" e "Tengo", sendo este último o número 15 nas "100 melhores canções de rock argentino". "100 melhores músicas de rock argentino", de acordo com a MTV e a Rolling Stone.de acordo com a MTV e a Rolling Stone.


Andrés Calamaro


Ele é um dos Ícones do rock argentino, devido à sua participação na banda "Los Abuelos de la Nada" e à sua carreira musical como solista. Em 1982 compôs para a banda acima referida e entre as canções que escreveu estão "Sin gamulán", "Mil horas" e "Vasos y besos".

Mais tarde, em 1985, gravou um álbum ao vivo com o grupo "Los Abuelos de la Nada", que seria a sua última colaboração com o grupo. Posteriormente, em 1989, o seu álbum a solo "Nadie sale vivo de aquí" (Ninguém sai daqui vivo) foi escolhido como o "Melhor álbum do ano" pela imprensa.

Comprar bilhetes

Fito Paéz


Fito Paéz é um dos Cantores argentinos e a sua alcunha era "El trovador del rock argentino" (O trovador do rock argentino). Ele distinguiu-se não só na música, mas também como realizador de cinema, romancista e argumentista.

Na sua carreira musical como solista há mais de 40 anos gravou 27 álbuns de estúdio, 4 álbuns ao vivo, 12 compilações, 3 DVDs e 1 maxi single. Tem também colaborado com artistas internacionais.

Comprar bilhetes


Os êxitos destes cantores viajaram da Patagónia para a América do Norte e Europa nos anos 80. Continuamos a ouvir a música de Gustavo Cerati, Luis Alberto Spinetta e Sandro de América em várias partes do mundo, apesar de terem ido para a eternidade.





Adicione um comentário do Cantores argentinos dos anos 80
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.